E-Mail:
vaccinare@vaccinare.com
Fones:
(54) 3451-6100 ou 3451-6669
Endereço:
Rua 13 de Maio, 581, sala 113. Bento Gonçalves - RS

Empresa

CIC-BG e Vaccinare unem forças contra a gripe

23 de abril de 2012 : exata

Com o propósito de evitar os incômodos sintomas da gripe, o Centro da Indústria, Comércio e Serviço de Bento Gonçalves e a Clínica Vaccinare se unem em uma parceria pela saúde da população. Teve início uma campanha de conscientização, cujo objetivo é ...

Perguntas Frequentes

1. Qual a eficácia da vacinação?
Nenhuma vacina é 100% eficaz por uma série de razões. Isso porque cada organismo tem uma reação ao entrar em contato com substâncias estranhas ao corpo. É possível que um número de pessoas reaja mal às substâncias da imunização enquanto a maioria da população a recebe bem. Outro motivo são os componentes vivos presentes nas fórmulas. Apesar de eles estarem vivos, estão enfraquecidos. Assim eles podem ensinar o organismo a se proteger de uma infecção verdadeira.

2. Quem produz as vacinas?
Os principais produtores oficiais de vacinas e soros no Brasil são:

  • Bio-Manguinhos / FIOCRUZ-RJ: febre amarela, DTP + Hib, Hib, TVV, Poliomielite;
  • Fundação Ataulpho de Paiva / FAP-RJ: BCG-ID;
  • Fundação Ezequiel Dias / FUNED-MG: Soros anti-ofídicos e anti-tóxicos;
  • Instituto de Tecnologia do Paraná / TECPAR-PR: Anti-rábica uso animal;
  • Instituto Vital Brazil / IVB-RJ: Soros anti-ofídicos, anti-rábico e anti-tóxicos;
  • Instituto Butantan – SP: Hepatite B, Influenza, Raiva em cultivo celular, Dupla adulto, DTP, Soros anti-ofídicos, anti-tóxicos e anti-rábico;
  • Centro de Produção e Pesquisa de Imunobiológicos do Paraná / CPPI-PR: Soros loxoscélico e botrópico.
    Fonte: Ministério da Saúde

3. Qual o calendário básico de vacinação recomendado pelo Ministério da Saúde?
Desde 2004, o Ministério da Saúde adota três calendários obrigatórios de vacinação: o da criança, o do adolescente e o do adulto e idoso. Vacinas, doses e períodos de vacinação são definidos por eles. Confira:

Calendário Básico de Vacinação da Criança:
http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=21462

Calendário de Vacinação do Adolescente:
http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=21463

Calendário de Vacinação do Adulto e do Idoso:
http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=21464

Fonte: Ministério da Saúde

4. Como saber se sou alérgico a algum tipo de vacina?
A maioria dos pacientes com alergia à vacina pode ser vacinada com segurança, de acordo com um parâmetro prático publicado na Annals of Affergy, Asthma & Immunology. Entretanto, as novas diretrizes também recomendam que pacientes com suspeita de alergia à vacina ou aos seus componentes sejam avaliados por alergologista ou imunologista no lugar de simplesmente evitar imunização futura, o que poderia deixar os pacientes em maior risco de adquirir doenças infecciosas.

5. Vou viajar. Preciso fazer alguma vacina?
O Regulamento Sanitário Internacional em vigor estipula que a única vacina que poderá ser exigida aos viajantes na travessia das fronteiras é a vacina contra a febre amarela.
No entanto, alguns países não autorizam a entrada no seu território sem o comprovativo de vacinação contra outras doenças. É o que acontece com a vacina contra a Meningite Meningocócica, imposta pela Arábia Saudita e exigida a todos os que passem a fronteira entre o Sudão e o Egipto, e com a vacina contra a febre tifóide, igualmente obrigatória na passagem de fronteira entre estes dois países africanos.